Image Alt

Síndrome da Bexiga Dolorosa

Também conhecida como Cistite Intersticial, a Síndrome da Bexiga Dolorosa é uma doença inflamatória da bexiga de causas ainda não completamente conhecidas. Acredita-se que ocorra uma inflamação vesical, que por sua vez determina uma lesão do urotélio, que é uma das camadas internas da bexiga.

Portanto, as pessoas acometidas pela Síndrome da Bexiga Dolorosa relatam uma sensação desagradável de dor, pressão ou desconforto supra-púbico quase que constante, que piora com o enchimento da bexiga e alivia com o seu esvaziamento. Geralmente essas alterações persistem por um período maior que 6 meses e é muito comum a demora do diagnóstico e início tratamento, pois é facilmente confundida com outras doenças da bexiga, como por exemplo a “Bexiga Hiperativa” ou “Cistite não complicada”.

Recentemente a doença tem sido atribuída a causas imunológicas. Observou-se que até 40% dos indivíduos portadores de cistite intersticial podem sofrer de doenças alérgicas, o que representa o dobro da população em geral.

Dentre os tratamentos existentes para esta condição podemos utilizar urofisioterapia, exercícios físicos, meditação, medicações de uso oral assim como medicações aplicadas diretamente na bexiga através de finas sondas, com o objetivo de reepitelizar ou repor o urotélio.

Uma da medicações intra-vesicais mais utilizadas mundialmente para o tratamento da Cistite Intersticial e liberada pela ANVISA é o Cystistat® ( ácido hialurônico) e o DMSO ( Dimetilssolfóxido); em nossa clínica temos larga experiência com o uso da mesma, o que é um alento para os pacientes.

Sobre a clínica

Referência no sul de Santa Catarina, a Clínica Sara Ribeiro é especializada na assistência da saúde da mulher, bem como em distúrbios endocrinológicos.

(48) 3437 5543

Marque sua consulta!

Entre em contato para maiores informações e consultas.